Saiba mais sobre o uso de rádios na automação industrial

(0 comentário)

O rádio na automação industrial cumpre o papel de transmitir dados em situações de longa distância. É muito útil em ambientes de difícil acesso, como no caso dos  poços de petróleo terrestre. Para a realização de transmissão de dados à distância, é necessário que o sistema de rádio seja composto por um transmissor, um receptor e pelas antenas. 

Principais benefícios

Os rádios de telecomunicações colaboram para o aumento da segurança e promovem ganhos operacionais, além de atender requisitos como integridade e disponibilidade. Entre as principais vantagens do uso do rádio na automação industrial estão a alta capacidade de alcance, a implantação rápida, o baixo custo de manutenção, a maior mobilidade, a flexibilidade e a imunidade a ruído.

Leia também: Integração entre CLP e inversores de frequência na Petrobras

Rádio Serial 900 MHz Digi para trilho (R9X307) da HI Tecnologia

Quais são os componentes de um sistema de rádio?

Os sistemas de rádio são compostos por um receptor, um transmissor e antenas. Veja mais detalhes sobre cada componente a seguir:

Receptor

O receptor de rádio decodifica os sinais eletromagnéticos recebidos do espaço e transforma-os em ondas sonoras ou em sinais digitais e analógicos. 

Transmissor

O transmissor é responsável por converter os sinais sonoros, analógicos ou digitais em ondas eletromagnéticas e enviá-los para o espaço por meio de uma antena transmissora.

Antenas

A antena é dos componente mais importantes no sistema de rádio. Permite o direcionamento do sinal, além de amplificá-lo para a transmissão e abertura da zona de recepção do sinal. Confira os diferentes tipos de antenas existentes a seguir:

ANTENA YAGI: é uma antena direcional, geralmente instalada para ponto a ponto, que capta ondas de rádio e radares.

ANTENA SETORIAL: podem ser verticais ou horizontais e concentram o sinal em apenas 90º. O enlace é ponto a ponto ou multiponto e se forem instaladas nos cantos dos cômodos, podem oferecer maior aproveitamento de sinal com a perda mínima de sinal em outras direções.

ANTENA PARABÓLICA: possui alto ganho e funciona em frequências altas, além de ter grande direcionalidade. Costuma ser usada em enlaces de grandes distâncias.

ANTENA LOG-PERIÓDICA:  é uma antena do tipo faixa larga, que pode ser instalada verticalmente ou horizontalmente. O termo log-periódica surgiu a partir das características de radiação exibidas pela antena, que são repetitivas (ou periódicas), em função do logaritmo da freqüência de operação dentro de uma faixa de funcionamento.

ANTENA OMNIDIRECIONAL: transmite sinais para todas as direções ao seu redor, sendo ideal para lugares muito grandes ou com muitas barreiras.

Leia também: O estudo de caso sobre Elevação Artificial na Petrobras

Aplicação na automação industrial

O uso do rádio na automação industrial viabiliza a comunicação entre sistemas, promovendo ganhos de performance produtiva e garantindo segurança operacional. É a solução ideal para realizar a coleta de dados em ambientes de alta periculosidade com a eficiência e praticidade que você precisa.

Gostou do conteúdo? Não deixe de ler nossos outros artigos sobre assuntos relacionados a automação industrial.

Conheça 6 benefícios da automação industrial

4 vantagens de adquirir um CLP para a sua fábrica

4 motivos para utilizar um software de supervisão web em sua empresa

A aceleração da transformação digital na indústria devido ao Covid-19

Compartilhe no Linkedin

Categorias

Tags

Arquivo

2020
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011