O que é Big Data?

(0 comentário)

Você já deve ter ouvido falar sobre o assunto, mas você realmente sabe o que é Big Data? O surgimento da Indústria 4.0 trouxe diversas transformações impactantes para o setor industrial. Entre tantas novas possibilidades, o Big Data é uma das tecnologias com o maior destaque. 

Basicamente, o termo Big Data se refere ao grande volume de dados, que podem ser estruturados e não estruturados,  gerados diariamente por pessoas e empresas em uma velocidade cada vez maior. Os conjuntos de dados são muito volumosos e por isso, softwares tradicionais de processamento de dados não são capazes de gerenciá-los. 

Para que serve?

O Big Data pode ser usado para a solução de problemas de negócios, pois permite analisar tendências, prever comportamentos, além de promover tomada de decisões mais acertadas. 

Os 3 Vs do Big Data

Os 3 Vs do Big Data são volume, velocidade e variedade. Você pode conferir o significado de cada V a seguir: 

Volume: trata-se da grande quantidade de dados coletados a partir de diversas fontes, como as redes sociais, equipamentos habilitados para sensores, dentre outros.

Velocidade: é a rapidez com que os dados são transmitidos e administrados. Alguns produtos conectados à internet conseguem operar em tempo real ou quase em tempo real. 

Variedade: refere-se aos diversos tipos de dados disponíveis. Os dados podem ser estruturados, como nos bancos tradicionais ou não estruturados, como nos casos de texto, áudio e vídeo. Quanto mais complexos os dados forem, mais úteis serão parar gerar descobertas importantes.

Além dos 3 Vs principais, ainda surgiram mais 2 nos últimos anos. 

Veracidade: está ligada a confiabilidade dos dados, pois como são muitos dados provenientes de várias fontes, é essencial garantir que todos estejam corretos para que possam ser úteis no momento de tomada de decisão.

Valor: trata-se de todo os esforço dos analistas para gerar dados adequados a partir do reconhecimento de padrões, previsão de comportamentos e suposições altamente educadas.

Como funciona?

Há 3 ações que devem ser realizadas para colocar o Big Data em prática. Veja mais detalhes a seguir: 

Integração

O primeiro passo é a integração, em que o Big Data reúne dados de diversas fontes. O processo consiste na inserção dos dados, a realização do processamento e por fim a verificação da formatação e disponibilização das informações para garantir que os analistas possam compreender e interpretar os dados recebidos. 

Gerenciamento

O segundo passo se trata do gerenciamento, em que é necessário escolher onde os dados serão armazenados. O Big Data exige alta capacidade de armazenamento, sendo assim, é importante levar essa necessidade em conta no momento de escolher a solução adequada para a sua empresa. Atualmente, os dados podem ser armazenados na nuvem, em servidores locais ou em ambos.

Análise

O último passo é a análise, que permite obter insights a partir de conjuntos de dados variados e assim transformar as informações analisadas em ações concretas para o seu negócio, otimizando os processos e contribuindo para o aumento dos lucros.

O Big Data pode ser muito útil para te ajudar a descobrir qual deverá ser o próximo passo para a sua empresa. Em breve faremos um outro artigo para falar sobre a aplicação do Big Data na Indústria 4.0, trazendo todos os benefícios oferecidos por essa tecnologia e detalhando o impacto do Big Data no setor industrial. 

Enquanto isso, não deixe de ler nossos outros conteúdos relacionados à Indústria 4.0.

Indústria 4.0: conheça algumas soluções

Indústria 4.0 - Acesso remoto (Parte I): comunicação com CLP utilizando celular

A aceleração da transformação digital na indústria devido ao Covid-19

Entenda o que é SaaS

Fatos e mitos sobre cloud computing

Compartilhe no Linkedin

Categorias

Tags

Arquivo

2020
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011